Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Buscar   OK
Brasil
Publicada em 22/11/17 as 11:34h
ARCOVERDE: A DIDÁTICA DA POLÍTICA. Mais de 70% dos artistas que se apresentaram no São João 2017 já receberam cachês

Jornalista Muriê Moraes


 (Foto: Amannda Oliveira)

Nesta semana a série "A Didática da Política" enfoca a questão levantada pela oposição e dita, de forma genérica, que os artistas que se apresentaram no São João 2017, em Arcoverde, ainda estão "sem receber seus cachês". Para jogar mais luz sobre assunto e por primar por esclarecimentos que não deixem margens para meras fofocas, este site procurou ouvir a secretária de Comunicação, Tereza Padilha e o secretário de Turismo, Albérico Pacheco.


Ambos foram categóricos ao dizer que mais de 70% das atrações locais,regionais e nacionais que se apresentaram nos polos artísticos e culturais, inclusive no chamado Polo Multicultural(da Praça da Bandeira), já receberam seus cachês, restando menos de 30%. "Vale ressaltar que a Prefeitura está fazendo um grande esforço para quitar todos os cachês restantes - dando prioridade para os artistas locais e regionais - mesmo diante da grave crise econômica e diante da brutal diminuição dos repasses federais, dentre eles o FPM, a partir de julho deste ano, incluindo os bloqueios, sequestros de recursos e retiradas dentre outros fatores como queda das receitas em geral, avaliou Tereza.


O site apurou, ainda, que os problemas com as atrações do chamado Polo Multicultural(palco principal) foram minimizadas pelo fato de que, parte das atrações desse polo foi de responsabilidade da EMPETUR(convênio com o Governo do Estado), que ficou responsável pela contratação e fornecimento de mais de 40% da grade de atrações do polo, além do apoio do Ministério da Cultura também destinado ao pagamento de cachês de algumas atrações desse polo. Em suma: os valores questionados estão devidamente empenhados, o que há, na verdade, é a falta de recursos num ano atípico de crise e recessão.


"Destaque-se aqui que mesmo com todas as dificuldades enfrentadas pelos municípios brasileiros, diante do massacre imposto pelo Governo Federal com o corte sistemático de recursos e mesmo considerando que o pagamento de salários, obrigatoriamente deve ser prioritário, o Governo Municipal está se esforçando para quitar, no menor espaço de tempo possível, todo o passivo ainda existente com as atrações artísticas e culturais locais, regionais e nacionais", afirmou Albérico.


Portanto, de acordo com aqueles que cuidaram diretamente da festa, não se sustenta em nenhuma base crível e de credibilidade as informações que alguns sites e blogs, que têm vinculação direta com setores da oposição local, tentam passar como verdadeiros, números maiores que a realidade. "Esses canais, principalmente nas mídias sociais, fazem ilações para passar a ideia à população de que os artistas locais estariam sem receber ao contrário dos regionais e nacionais. Na verdade, numa proporção bem equivalente, mais de 70% já foi pago e o restante será pago dentro do menor espaço de tempo possível, essa é a diretriz da gestão municipal", finalizou Albérico.




Espaço do Anunciante



Pesquisa
Você acha que existe político honesto?

 Sim
 Não

Galeria de Fotos

www.noticiasdosmunicipios.com.br
Copyright (c) 2017 - NOTÍCIAS DOS MUNICÍPIOS - Todos os direitos reservados